A VERDADEIRA IGREJA COMO CORPO SOBRE A TERRA

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo; porque a promessa vos diz respeito a vós, a vossos filhos, e a todos os que estão longe, a tantos quantos Deus nosso Senhor chamar. E com muitas outras palavras isto testificava, e os exortava, dizendo: Salvai-vos desta geração perversa. De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam a sua palavra; e naquele dia agregaram-se quase três mil almas, e perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações. E em toda a alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos. E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar. (Atos 2:38 a 47)”.
Ser igreja não é apenas reunir um grupo de pessoas ou uma multidão dentro ou fora de um templo feito por homens, creio que a Igreja dos nossos tempos se desviou de tal maneira da verdadeira igreja ao que o texto acima se refere que os freqüentadores estão perdidos, sem saber para onde ir ou o que fazer como parte integrante e fundamental da obra de Deus. Creio em uma Igreja cheia da presença e amor de Deus, uma igreja compromissada com as boas novas que Jesus pregou. Creio em um corpo que segue a Cristo com sinceridade no coração, um povo que prega o arrependimento, o batismo, a salvação por intermédio de Jesus e não de homens. A doutrina que devemos seguir é a dos apóstolos, essa foi ensinada pelo Filho de Deus enquanto estava conosco. Precisamos pregar a palavra genuína, para que haja por parte daqueles que se convertem a Cristo o temor verdadeiro em seus corações, não por imposição mais sim por serem cheios do Espírito Santo. É necessário a presença do amor do Pai para que aja o desejo constante de estar juntos, em orações, suplicas, no partir do pão, no desprendimento solidário de pregar o evangelho onde quer que se esteja. A igreja que creio está baseada em uma palavra que Paulo fala aos coríntios “Rogo-vos, porém, irmãos, pelo nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que digais todos uma mesma coisa, e que não haja entre vós dissensões; antes sejais unidos em um mesmo pensamento e em um mesmo parecer. I Coríntios 1:10)”, esse é o princípio, todos tenham um só pensamento, um só objetivo, uma só crença, um só parecer sobre tudo que for indagado. Igreja é o corpo de Cristo sobre a terra e não apenas alguns que se instituem e delegam como sabedores únicos da palavra. Glorifico a Deus por fazer parte do grupo dos que caminham para o alvo, sem soberba, indiferença ou egoísmo. Hoje a Igreja se tornou uma instituição intocável e inquestionável. Temos visto líderes que se consagram verdadeiros senhores da palavra, querem se colocar como o verdadeiro interprete da bíblia mais a seu modo, de forma que tudo o que pregam sempre favorece sua maneira de ver, agir e dirigir sua igreja, (eu disse: “sua igreja”).

Continuar lendo

Anúncios

O PÚLPITO NÃO É O FIM

“Espero que todos aqueles que lerem este livro possam conhecer melhor sobre o assunto e buscar se desviar ao máximo da tentação muitas vezes mais humana que espiritual de atuar em um púlpito, respeitando e dando o verdadeiro louvor a Deus ao subir em um lugar tão sagrado, para expor a palavra do nosso Senhor Jesus Cristo…”Sei que este livro trará polêmica, controvérsias e muita discussão, mas Continuar lendo